Boa gestão tributária vai muito além de pagar corretamente os impostos

Prazo para governo e Congresso decidirem sobre compensação da desoneração se encerra em 19 de julho
Grupo de Trabalho da Reforma Tributária afirma que objetivo é assegurar que a carga tributária seja neutra para todos os setores da economia
Deputado diz que relatório do projeto de regulamentação não prevê taxação de fundos imobiliários

Boa gestão tributária vai muito além de pagar corretamente os impostos

Boa gestão tributária vai muito além de pagar corretamente os impostos

Por: Autor
10/02/2022

Sabe-se que pequenas e médias empresas, por não poder contar com grandes estruturas de gestão e grandes consultorias, terminam pagando a carga tributária do Brasil.  É algo extremamente elevado e que compromete parte expressiva das receitas das empresas; proporcionalmente mais impostos do que as grandes corporações que investem muito em profissionais e estudos de estratégias financeiras, contábeis e tributárias, utilizando-se da legislação e de mecanismos legais de elisão fiscal, planejamento tributário, para reduzir o impacto da carga tributária.

Com formação de maioria entre os ministros, no julgamento da ADI 2446, o STF firma entendimento de que é legal o planejamento tributário com o fim de promover a “economia de impostos”.

Considerando que as margens de contribuição/lucros das empresas são cada vez menores, sendo certo que os impostos são grandes responsáveis por isso, o planejamento e estratégias tributárias, com o fim de buscar alternativas legais para pagar menos impostos, torna-se tarefa indispensável para todo e qualquer negócio.

Diversas decisões recentes dos Tribunais Superiores, em benefício do contribuinte, permitem alternativas para redução da carga tributária e do passivo tributário já acumulado.

A empresa deve buscar alternativas para maximizar lucros e proteger seu patrimônio!

Expertise em gestão empresarial, gestão jurídica e tributária são imprescindíveis para trazer soluções legais e seguras, permitindo uma administração audável da empresa, assegurando margens de contribuição e lucros saudáveis.

Fonte: Portal Contábeis

Compartilhe