Empresas devem ganhar novo projeto de regularização tributária, diz Senado.

Prazo para governo e Congresso decidirem sobre compensação da desoneração se encerra em 19 de julho
Grupo de Trabalho da Reforma Tributária afirma que objetivo é assegurar que a carga tributária seja neutra para todos os setores da economia
Deputado diz que relatório do projeto de regulamentação não prevê taxação de fundos imobiliários

Empresas devem ganhar novo projeto de regularização tributária, diz Senado.

Empresas devem ganhar novo projeto de regularização tributária, diz Senado.

Por: Autor
01/04/2021

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, afirmou que o Senado está trabalhando em um projeto de regularização tributária que será destinado para empresas. O projeto deve avançar na Casa em abril, segundo o senador.

Em pronunciamento no evento Correio Talks, organizado pelo jornal Correio Braziliense, Pacheco também informou que a relatoria da proposta está a cargo do líder do governo no Senado, Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE).

“Há um projeto que nós estamos trabalhando também… é o projeto do novo programa de parcelamento de dívidas tributárias, o novo programa de regularização tributária”, disse o presidente do Senado.

“Em 2017 nós tivemos o Pert, Programa Especial de Regularização Tributária, e neste momento, com uma crise muito voraz e muito veemente no setor produtivo, é preciso se fazer um novo Refis, um novo Pert para as pequenas, micro, médias e grandes empresas no Brasil”, defendeu.

Prioridades do Congresso

De acordo com, nesta e nas próximas semanas o foco do Congresso é o enfrentamento da pandemia de Covid-19, mas ele também aproveitou para elencar como prioridades as reformas administrativa e tributária, cujo cronograma acertado com o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), prevê que seja deliberada em 8 meses.

O presidente do Senado também citou marcos setoriais, como projeto que reorganiza o de ferrovias no país, e ainda privatizações, caso da capitalização da Eletrobras enviada pelo governo ao Congresso.

Pacheco aproveitou para sinalizar que o desafio do país é recuperar o crescimento econômico sobre bases sólidas, com responsabilidade fiscal e respeito ao teto de gastos.

Compartilhe